Radiofrequência facial: O que é, para que serve e quais os riscos

A realização de procedimentos estéticos é algo muito comum para aqueles que se preocupam com a saúde da pele e também com a beleza. A maioria das buscas por tais procedimentos, são as mulheres, isso por que manter-se saudável e bonita é uma das nossas muitas prioridades. A radiofrequência facial, é um procedimento interessantíssimo e é sobre isso que falaremos hoje. 

Antes de qualquer procedimento estético, é muito importante averiguar a resistência da pele, pois uma pele que não esteja saudável, pode não ter um resultado como o desejado após alguns tipos de procedimentos. Por isso tratar e cuidar da pele é algo essencial no nosso dia a dia. 

Assim como nós, a BeautVip se preocupa muito com a saúde de nossa pele. É por isso que ela desenvolveu cápsulas com uma fórmula única que revitaliza e trata a nossa pele devolvendo a elasticidade e a hidratação. Além disso, também tem BeautVip Cel, um gel que traz resultados impressionantes no tratamento de celulites. 

O que é radiofrequência facial?  

A técnica de radiofrequência têm sido muito procurada ultimamente.

A radiofrequência facial é uma técnica de tratamento para combater a flacidez da pele e ótimo na eliminação de rugas e linhas de expressão. Também age em gordura localizada e em celulites, sendo um método muito eficaz e seguro que promete efeitos duradouros.  

  Shampoo antirresíduo tira tinta?

O procedimento consiste não elevação da temperatura da pele e dos músculos, isso irá estimular o estreitamento do colágeno, ajudando na produção de mais fibras de colágeno e elastina, assim, dando mais firmeza para a pele.  

Os resultados da radiofrequência facial podem ser notados logo nos primeiros dias após a primeira sessão. O resultado da radiofrequência facial é gradual, portanto, quanto maior  número de sessões a pessoa fizer, melhores serão os resultados. 

Para que serve a radiografia facial? 

A radiofrequência facial é um tratamento estético que contribui com a melhora da estrutura da pele, deixando-a mais firme e melhorando a aparência da mesma. Pode ser indicado em situações como: 

  • Redução de rugas 
  • Melhora da aparência da pele 
  • Melhora na qualidade do colágeno e elastina 
  • Reorganização de fibras de colágeno e elastina  
  • Melhora na microcirculação 
  • Melhora a hidratação da pele 
  • Aumento no oxigênio 
  • Aceleramento na eliminação  
  • Redução na celulite 
  • Combate nas estrias e na fibroses 
  • Melhora na aparência de cicatrizes 
  • Combate na gordura localizada na papada, barriga, culotes, braço e flancos. 
  • Combate na flacidez no corpo 
  • Combate na celulite, pois melhora firmeza da pele e queima gordura local 

É necessário fazer uma consulta com um profissional (esteticista ou fisioterapeuta) especializado na técnica de radiofrequência facial ou um dermatologista para que seja feita uma indicação correta do tratamento e a quantidade necessária de sessões a serem realizadas. 

  Cabelo desmaiado: O que é e como conquistar esse efeito?

Como é feita a radiofrequência facial? 

A radiofrequência é um procedimento simples e muito seguro.

A radiofrequência facial é uma técnica muito simples que só pode ser realizado por um profissional capacitado. O especialista faz a aplicação de um gel específico na área que vai ser tratada e depois ele desliza o aparelho de radiofrequência na região fazendo movimentos circulares, assim, aquecendo e aprimorando as fibras elásticas e de colágeno, o que favorece uma maior firmeza e elasticidade para a pele. 

Também é possível estimular a ativação dos fibroblastos células responsáveis pela produção do colágeno e da elastina, isso como consequência do aquecimento na região pela radiofrequência facial . Após a finalização da técnica, o gel que foi passado na pele no início deve ser totalmente removido, e a área deve ser limpa. 

O tratamento mais indicado na eliminação de rugas e linhas de expressão da face é a radiofrequência fracionada. Esta técnica é um tanto diferente, isso porque o aparelho de radiofrequência emitir pequenos jatos, assemelhando-se a um laser nas pequenas partes do rosto.  

A radiofrequência facial é feita em casos de linhas de expressão. Este problema pode desaparecer após a primeira sessão. Após a quinta sessão, as rugas que estão mais aparentes já apresentaram grande diferença. A utilização da radiofrequência fracionada, pede que seja feito, mais ou menos, três sessões. 

Já no corpo, quando o propósito é a eliminação de gordura localizada ou tratamento de celulite, dependendo da gravidade, será necessário de 7 a 10 sessões. 

  Como lavar o cabelo com chá de alecrim?

Quem não pode fazer tratamento de radiofrequência? 

A radiofrequência é uma técnica muito segura, apresentando riscos muito baixos, porém, ela não deve ser feita em pessoas que não apresentam uma Pele saudável, possuindo sinais ou sintomas de infecções ou inflamações na área a ser tratada.  

A radiofrequência facial também não deve ser realizado em mulheres grávidas, pessoas com alterações relacionadas ao aumento da produção de colágeno, como a quelóide, ou pessoas que possuam hipertensão. 

Riscos da radiofrequência 

Os possíveis riscos deste tratamento são: a possibilidade de queimaduras na pele pelo uso inadequado do aparelho. Como a técnica entendi aumentar a temperatura da pele, o especialista deverá ficar atento o tempo todo se a temperatura do local que está sendo tratado não ultrapassa os 41°C.  

Para evitar este problema, basta manter o equipamento sempre em movimento, deslizando de forma circular pela pele, assim evitando o sobreaquecimento da região consequentemente, reduzindo o risco de queimar a pele do paciente.