O que é eletroterapia? Entenda como utilizar na estética

Muitos se perguntam o que é a eletroterapia e para quais fins ela serve, e a princípio ela pode ser usada tanto para fins terapêuticos e também para fins estéticos e é um recurso muito bem consagrado nas áreas que faz parte, a seguir falarei um pouco mais sobre a eletroterapia.

Ainda se tratando de pele, você pode estar usando a Beuatvip Hair que deixará sua pele super hidratada, além de ajudar no combate das linhas de expressões. A sua aparência também terá resultados consideráveis, pois sua pele estará mais iluminada e com certeza você deixará de olhar no espelho e se sentir mal, é perfeito para pessoas que estão com correria no dia a dia e querem estar sempre com os cabelos hidratados.

Relatos apontam que a eletroterapia começou a ser utilizada por peixes, ou seja, através dos peixes eram feitos choques para alívio da dor, e cada ano vem se aprimorando mais a técnica. Para começarmos a entender o que é eletroterapia, vamos começar bem do início, quando Galvani lá em 1780 percebeu que o corpo humano contém também energia elétrica, com isso foi possível confirmar a corrente elétrica pode suplementar a energia do corpo ou realçar, assim obtendo o tratamento para algumas lesões e doenças.

A eletroterapia pode se baseia em diversos recursos que utilizam a corrente elétrica, como por exemplo: relaxamento muscular, alívio da dor e estímulo nervoso. Além desse citados existem vários outros que podem estar sendo incluídos nesta lista, você está vendo mais benefícios com um especialista.

O que é eletroterapia: efeitos gerais

Veja os efeitos gerais da eletroterapia.

Agora que você sabe um pouco do princípio do o que é eletroterapia, sabendo que o corpo humano é um ótimo condutor de eletricidade por causa da energia (carga) livre que temos em nosso corpo, os estudos conseguiram achar efeitos gerais que a eletroterapia pode causar, entre eles estão:

  • Aumento da temperatura corporal;
  • Aumento da oxigenação celular;
  • Também tem aumento na circulação sanguínea;
  • Acontece o deslocamento das cargas elétricas;
  • Além de reações bioquímicas e fisiológicas, promovendo a liberação de alguns hormônios;

O que é eletroterapia estética

Depois de saber um pouco sobre o que é eletroterapia, agora vamos falar sobre o que é eletroterapia na estética. Ela consiste no uso de aparelhos específicos com estímulos elétricos de baixa intensidade para que melhore a circulação, a nutrição, o metabolismo e a oxigenação da pele. Por esse motivo acaba favorecendo a produção de elastina e colágeno, e assim promove o equilíbrio da manutenção da pele. Depois que identificar as áreas que precisam desse estímulo, você pode estar utilizando.

Essas áreas podem incluir as rugas, linhas de expressão, manchas escuras, acne, cicatrizes, flacidez, estrias, celulite ou a gordura localizada. Você pode estar procurando um fisioterapeuta que especialista em dermato funcional para que possa estar realizando esse tipo de procedimento.

  Hidratação com banana e maizena: Para que serve e como fazer

Abaixo vou estar falando de dois tipos de aparelhos que podem estar sendo utilizados na eletroterapia. É importante lembrar que há outros tipos de tratamento que são feitos pela eletroterapia, ou seja, você pode estar indo a um especialista para que ele lhe informe mais sobre esses outros procedimentos.

Aparelhos que são usados na eletroterapia

Saiba dois aparelhos que podem ser usados na eletroterapia.

Luz pulsada

Agora que você sabe o que é eletroterapia e o que ela pode estar se beneficiando na estética, você irá conhecer dois tipos de aparelhos que podem ser usados. O primeiro que vou estar citando é a luz pulsada, ela é semelhante a um laser, emite feixes de luz que vão diretamente nos melanócitos.

Por isso acaba tornando a pele mais clara com uma cor mais uniforme, ou seja, serve para uniformizar o tom de sua pele, removendo aquelas manchas escuras da sua pele, sempre consulte o médico para saber se você tem alguma contraindicação a esse tratamento.

Uma das contraindicações é: se você toma o roacutan, uso de anticoagulantes ou corticoides nos últimos três meses, pele bronzeada, remédios fotossensibilizantes, sinais de infecção, câncer ou feridas na pele, é melhor não fazer esse procedimento.

  Vitaminas para a pele: entenda os benefícios e suas finalidades

Corrente galvânica

A corrente de galvânica é feita com dois eletrodos e eles devem estar em contato com a pele, para que a substância que será colocada em sua pele possa penetrar profundamente, lembrando que os dois eletrodos devem estar em contato direto com a pele.

Esse procedimento serve para a redução de olheiras, das linhas de expressões e promove revitalização facial, para esse procedimento que foi mencionado ao lado, é necessário utilizar uma caneta que é específica para esse procedimento e assim ela emite uma corrente elétrica suportável e pequena.

Essa corrente estimula a regeneração da pele, ou seja, favorece a formação de elastina, fibroblastos e colágeno. Também tem contradições como em pessoas que têm câncer, epilepsia, marcapasso cardíaco, alteração da sensibilidade do local aplicado.

Você agora sabe o que é a eletroterapia e sabe ao menos dois procedimentos que podem ser feitos com a eletroterapia na estética, ou seja, para mais dúvidas, consulte uma pessoa especializada na área para que ela lhe diga mais sobre e te deixe mais tranquila com as contraindicações.