O que é alopecia feminina: tratamento caseiro saiba como fazer

Existe diversas doenças que causa queda capilar, e uma das que mais têm acometido as mulheres é a alopecia feminina. Mas você sabe do que se trata essa doença, quais os sintomas e como tratar? Isso e muito mais você irá aprender nesse artigo.

O que é alopecia feminina
Essa doença que causa queda de cabelo é mais comum do que você imagina, mas será que você sabe o que é alopecia feminina e como tratar em casa?

Uma das formas mais rápidas e eficientes de tratar a alopecia feminina é investir em comprimidos que auxiliam no crescimento capilar, como as cápsulas BeautVip Hair. Afinal, além de reduzir em 97% a queda do cabelo, ainda desenvolve fios mais resistentes, hidratados e volumosos.

Porém, além da possibilidade de tratar a alopecia feminina com suplementos vitamínicos, também há alguns tratamentos caseiros. Quer saber mais sobre esse assunto e retirar todas as suas dúvidas? Basta continuar a leitura desse artigo!

O que é alopecia feminina?

A alopecia feminina é uma condição em que ocorre uma repentina perda de cabelo do couro cabeludo ou mesmo em qualquer outra região do corpo. Em alguns casos e dependendo do grau da alopecia, os fios tendem a cair em regiões específicas da cabeça, possibilitando a visualização do couro cabeludo.

Alguns estudos estimam que cerca de 50% das mulheres sofrem com essa condição, e muitas nem sequer sabem disso. Inclusive, é bom você saber que a alopecia pode ser genética e, se você tem alguém na sua família que já sofreu, é importante redobrar os cuidados e atenções.

  Luzes platinadas em morenas: Conheça os estilos e saiba como fazer e manter

O que causa a alopecia feminina?

O crescimento capilar acontece no folículo piloso e, quando a mulher sofre de alopecia, significa que essa região do couro cabeludo está sendo afetado. Sendo assim, uma das principais formas de evitar a alopecia é saber como limpar o couro cabeludo. Afinal, ao utilizar os produtos errados, você pode estar contribuindo para a queda capilar.

Quando a mulher sofre de alopecia, os fios passam a ficar mais finos e ralos, até que eventualmente parem de crescer. Portanto, é importante ficar atendo aos sintomas para poder tratar o quanto antes e evitar danos mais severos.

Quais são os tipos de alopecia?

Para saber como tratar cada tipo de alopecia feminina, primeiro é necessário identificar qual tipo você tem. A identificação da alopecia deve ser feita por um especialista, justamente para garantir que você irá fazer o tratamento adequado.

Alopecia feminina Eflúvio Telógeno

Esse tipo de alopecia é muito mais comum em mulheres entre 18-35 anos de idade. Esse tipo ocasiona uma queda de cabelo em proporções maiores e com mais rapidez, sendo mais facilmente identificado.

Geralmente, o eflúvio telógeno acontece por conta de estresse físico ou mental em decorrência de algum evento traumático, por exemplo. Ademais, esse tipo de alopecia também ocorre quando há excesso de vitamina A e deficiência em ferro.

Alopecia feminina Senil

Esse é aquele tipo de queda capilar relacionado a idade. De acordo com alguns dados, estima-se que 30% de todas as mulheres sofrerão com algum problema de calvície após os 50 anos. Essa alopecia se apresenta com afinamento difuso, à medida que o cabelo afina lentamente.

  Leave-in: O que é e como usar?

Mulheres que estão passando pela menopausa também podem sofrer da alopecia senil e, por ser comum da idade, o tratamento é um pouco mais demorado. Mas você pode resolver esse problema apostando em uma dieta focada na absorção de vitaminas e nutrientes.

Alopecia feminina Areata

Por se apresentar como uma forma rápida de queda de cabelo, também é mais fácil identificá-la. Ademais, a alopecia areata costuma aparecer manchas ou afetar mais um lado específico do couro cabeludo.

Pode ser causado por algum distúrbio do sistema imunológico ou ser influenciado por algum estresse emocional. A alopecia areata pode ser resolvida tanto espontaneamente, sem nenhum medicamento ou necessitar de cuidados especiais. Portanto, procure um médico.

Alopecia feminina Frontal Fibrosante

Esse tipo de alopecia está diretamente relacionado com fatores genéticos, hormonais e ambientais. Fora isso, também pode ter ligação com o uso de algum fotoprotetor. Nesse caso, a mulher desenvolve um processo inflamatório crônico.

Sendo assim, acaba ocasionando primeiro queda na parte frontal da cabeça, tornando mais fácil a sua identificação. É mais comum em mulheres no período da menopausa, e não existe nenhum tratamento definido.

Tratamento caseiro para alopecia feminina

Agora que você já sabe algumas das causas da alopecia, você estará mais preparada para tentar resolver o problema de forma caseira. Essas receitas caseiras podem funcionar para tratar a alopecia, visto que tende a aumentar a circulação sanguínea.

Tratamento caseiro para alopecia feminino com bardana

O óleo de bardana, por possuir propriedades responsáveis por acalmar a sensibilidade do couro cabeludo, tende a contribuir para a diminuição da queda capilar. Fora isso, ainda possui ação adstringente e estimula a microcirculação no couro cabeludo.

  Lipo na papada: novo queridinho das mulheres

Para usar como tratamento da alopecia feminina, dilua 3 gotas em 30ml de shampoo neutro e lave o cabelo, esfregando bastante – mas delicadamente – o couro cabeludo. Depois aplique um condicionador ou máscara de hidratação.

Tratamento caseiro para alopecia feminina com urtiga

A urtiga em pó é um ótimo remédio contra a queda de cabelo, uma vez que contém vitaminas e minerais como o enxofre, zinco e cobre. Sendo assim, fortalece a raiz do cabelo e os deixa mais forte e sedoso.

Tratamento caseiro para alopecia feminina com urtiga
A urtiga em pó é uma ótima forma de tratar a alopecia feminina por conta das suas propriedades ativas.

Para usar, basta misturar 1 colher de sopa de amido de milho e 1 colher de sopa de urtiga em pó. Depois, é só passar a mistura, com ajuda de um pincel, direto na raiz do seu cabelo. Ele funciona como um shampoo seco e também ajuda eliminar o excesso de oleosidade.

Tratamento caseiro para alopecia feminina com arroz

A proteína do arroz é benéfica para diversas coisas, inclusive para o cabelo. Por possuir um papel fortificante, ajuda a tratar a alopecia feminina. Ademais, a proteína aumenta o volume do cabelo e tem efeito hidrante.

Para usar como tratamento da alopecia, adicione 1 gota do óleo essencial de proteína do arroz em 1 colher de sopa ao creme de pentear da sua preferência e misturar até ficar uniforme. Em seguida, é só dividir o cabelo em mechas e aplicar o produto.