Eletrolifting Estrias: Conheça o tratamento e saiba como funciona

As mudanças nas tecnologias para resoluções de problemas estéticos não param e a gente ama, né? Por que com a evolução das técnicas, tratar coisas que nos incomodam esteticamente fica ainda mais fácil. Acredito que, atualmente, o maior incomodo para as pessoas, principalmente as mulheres, sejam as estrias. Por mais que seja algo normal, ainda é um grande problema e traz muita insegurança quando se trata de estética corporal. O Eletrolifting estrias é um desses tratamentos que fazem parte da evolução da tecnologia do mundo estético. 

Os cuidados com a nossa pele são de grande importância, não só depois que o problema surge, mas também antes, para prevenir que haja qualquer dano. E quando eu digo “cuidar da pele” não me refiro apenas a passar cremes hidratantes ou fazer esfoliações. Estou falando sobre cuidados que começam internamente e isso começa pela alimentação e ingestão de nutrientes e vitaminas. 

Se tratando disso, eu tenho uma dica valiosa que vai te ajudar no tratar e cuidar bem da sua pele, devolvendo os nutrientes e vitaminas que são perdidos no dia a dia, deixando-a hidratada, macia e ainda melhorando a elasticidade para que fique sempre jovem e bonita. Parece bom demais para ser verdade, né? Mas realmente existe e é tão bom quanto eu estou dizendo. Esse produto maravilhoso se chama BeautVip e, acredite em mim, vai trazer mudanças muito positivas para a sua pele. 

O que é Eletrolifting estrias? 

Saiba o que é esse procedimento e como ele age.

O eletrolifting é uma técnica criada por dermatologistas franceses, que inclui o uso de estimulação elétrica e corrente elétrica para corrigir flacidez da face dando um efeito lifting. Normalmente, a corrente elétrica ou mesmo a radiofrequência associada a uma caneta específica é utilizada para estrias, rugas e linhas de expressão. No entanto, alguns especialistas ainda acreditam que esse tratamento é menos eficaz para esses fins. Este tratamento também pode ter outros nomes como Skin tightening, galvanopuntura. 

O lifting elétrico é indicado para o tratamento de estrias, rugas e linhas de expressão, pois pode estimular a produção de novas fibras e preencher essas imperfeições da pele através da eletricidade. Quando ocorrer mudança e o aumento da circulação e a nutrição nessa área, consequentemente, o colágeno e a elasticidade da pele na área de aplicação também aumentaram. 

Como é Eletrolifting estrias? 

Na maioria dos casos, é usado um aparelho com o formato de uma caneta com uma agulha bem pequena na ponta, que é ligado a um outro dispositivo de corrente elétrica para gerar corrente elétrica para a área de aplicação. Esse equipamento é usado fazendo movimentos como se a pele estivesse sendo arranhada ao longo de toda a ruga ou linha de expressão.

  Reposição de Massa Capilar: o que é? Como fazer

O objetivo desse processo é produzir uma ação inflamatório por meio do desempenho da agulha e corrente elétrica que em seguida acarretará a regeneração, pois a irritação provocada vai estimular a produção de novas fibras na pele. Tudo vai envolver várias etapas, tais como a hidratação e estimulação através de eletricidade. 

A quantidade de sessões de Eletrolifting estrias pode variar e isso irá depender de qual é a finalidade do tratamento. Normalmente, são de oito a doze sessões com intervalos de sete ou quinze dias. Cada sessão dura entre 30 e 40 minutos e a manutenção poderá ser feita de acordo com a orientação do seu médico. 

Lembrando que o Eletrolifting estrias pode ser feito por médicos e profissionais da saúde que possuam uma especialização nesse método. Faça uma pesquisa antes de escolher o especialista. 

Cuidados com Eletrolifting estrias 

Antes do procedimento é de extrema importância que a pele seja preparada de forma que esteja hidratada e bem nutrida para que o Eletrolifting estrias seja bem sucedido. Não existe problema algum se estiver feito bronzeamento recentemente. Antes de iniciar o Eletrolifting estrias, é feita uma limpeza na pele com produtos específicos para evitar contaminação por bactérias. Pode ser considerado mais seguro pelo profissional fazer o exame de coagulograna, pois ele vai analisar o sistema de cicatrização do organismo do paciente. 

  Pele flácida: saiba como prevenir e cuidar da flacidez facial

Cuidados depois do Eletrolifting estrias 

Depois de uma sessão, é importante que a pele seja hidratada com frequência e mantendo o controle da oleosidade para que a recuperação seja melhor. Também é necessário que use um despigmentante noturno e um protetor solar que seja de FPS acima de 30 para o dia aplicando a cada três horas. 

Contraindicações 

Não pode fazer esse procedimento quem possui problemas com arritmia cardíaca, hipertensão, diabetes e síndrome de cushing. Quem possui câncer em atividade, hipersensibilidade a dor, irritação à corrente elétrica ou alergias pode ter queloides. Também não deve fazer este ou qualquer procedimento com correntes elétricas, mulheres grávidas. 

Coisas para fazer com o Eletrolifting 

Comer bem pode trazer resultados melhores para o procedimento.

Não fume: O cigarro contribui com o envelhecimento, isso por que as substancias que ele libera através da fumaça são nocivas e aumentam o desenvolvimento de radicas livres, assim, ocasionando o aparecimento de rugas de forma precoce  

Alimente-se bem: A alimentação tem influência na saúde de nossa pele e aparência. Opte por uma dieta balanceada rica em nutrientes e evite alimentos que contem com gorduras saturadas em sua composição