Óleo de cozinha no cabelo saiba o porque não utilizar

Muitas mulheres perguntam sobre o Óleo de cozinha no cabelo, existem diversos riscos que essa isso pode trazer para a sua saúde a partir informações cientificas

Pode parecer besteira o que você está lendo, mas muitas pessoas ainda acreditam que o óleo que usamos na cozinha (soja, girassol, canola, etc.), serve para fazerem a umectação no cabelo.

As menina fazem isso e ainda recomendam jurando que fazem bem para o cabelo e traz benefícios, mas será que é isso mesmo?

Confira aqui alguns dos riscos do óleo de cozinha aplicado no cabelo

Antes de tudo, já deixamos informado aqui que não somos contra receitas caseiras, porém somos a favor da informação correta, então é importante você ler caso queira manter suas madeixas saudáveis =)

  Jaborandi no cabelo - como usar e quais os seus benefícios?

Existem sim receitas caseiras que tem total eficácia comprovada como, por exemplo: o óleo de coco, o azeite de oliva, a vinagre de maça, água de arroz, entre outras. Todas essas tem eficácia comprovada coisa que não acontece com o óleo de cozinha.

No caso dos óleo de cozinha no cabelo , o uso nos cabelos não é nada saudável, pois eles possuem uma alta concentração de gorduras poli-insaturadas e de ácidos graxos do tipo Ômega 6, essas substancia são altissimamente inflamatórias, então cuidado!

O óleo passa pela hidrogenação parcial

Para se manter mais bonito e durar mais, os óleos vegetais passam por um processo na fabricação, chamado de hidrogenação, o qual aumenta a validade dos produtos, facilitando o transporte, corta custos de comercio e do armazenamento e adicionalmente ajuda na textura dos alimentos (e não do seu cabelo!)

  Como usar o babyliss: aprenda a como fazer sozinha em casa

Então, produtos que em condições normais estragariam em questões de horas ou dias, com a hidrogenação agora podem durar meses e até mesmo anos sem estragar, eai você sabia dessa?

Óleo de cozinha possuem  BHA e BHT

Os óleos vegetais são riquíssimos em BHA E BHT, esses dois conservantes são nada mais nada menos que CANCERIGENOS e trazem obviamente vários malefícios à saúde.

Portanto, se você possui outras opções (que provavelmente tenha), NÃO utilize óleo de cozinha no cabelo!

Óleo de cozinha no cabelo e DHT

Caso leia toda nossa matéria e ainda queira usar pro conta e risco, nunca aplique diretamente no couro cabeludo.

A obstrução dos poros aumenta a concentração de um hormônio destrutivo para as madeixas, chamado DHT, um derivado da testosterona.

O DHT se conecta ao cabelos e produz fios mais finos, enfraquecidos e intoxicando, facilitando a queda capilar, e por consequência a CALVICE!

Óleo Vegetal x Óleo Essencial

Quando o assunto for óleo de cozinha no cabelo, a gente não pode confundir o óleo vegetal de cozinha com o óleo essencial.

  Cabelo desmaiado: O que é e como conquistar esse efeito?

Diferente do óleo vegetal, o óleo essencial apresenta um aspecto mais aromático e é feito com partes mais nobres da planta, ou seja possui mais vitaminas, minerais, além de propriedades antioxidantes, ações contra fungos e anti-inflamatórias, tudo de bom né?

DICA EXTRA: Acesse esse LINK, nele é um link para mostrar mais informações sobre a prática de óleo no cabelo, garanto que você também vai amar

Dica: O BeautVip é um excelente aliado no fortalecimento capilar. Ele é uma vitamina que além de auxiliar em questões capilares, contribui no crescimento fortificado das unhas e deixar a pele mais macia e bonita.