Você sabia que as unhas também envelhecem?

Assim como a pele e o cabelo, as unhas também envelhecem, isso pode parecer estranho devido ao seu crescimento e mudanças regulares. É por isso, que estamos aqui, para te ajudar a prevenir os efeitos das unhas envelhecidas, bem como amenizar os efeitos delas.

Uma das melhores dicas que podemos te dar, é o uso da BeautVip Hair, que são cápsulas de fortalecimento das unhas, pele e cabelos, que tem dado o que falar ultimamente. Diferente de outros multivitamínicos, essas cápsulas são capazes de atuar em, diversas partes do corpo ao mesmo tempo, promovendo mudanças positivas em pouquíssimo tempo de consumo.

Unhas envelhecidas:

Ao longo dos anos, uma série de mudanças ocorreram na estrutura química das unhas fracas. Por exemplo, o teor de gordura, que já é baixo em condições normais. Diminui com a idade, o que não tem nada a ver com dieta ou doenças como hipercolesterolemia (colesterol alto), essa redução também torna as unhas envelhecidas mais sujeitas à desidratação.

  Eflúvio Telógeno: o maior responsável por queda de cabelo em mulheres de 50 anos

As unhas envelhecidas desta forma tornam-se frágeis e mais finas, o que ocorre frequentemente nas unhas de pessoas idosas. Por outro lado, devido ao crescimento irregular das unhas e traumas frequentes nos calçados ao longo da vida, as unhas dos pés tendem a se tornar cada vez mais grossas e costumam ter uma aparência de garra.

Relacionado a isso está que devido à postura que os idosos devem adotar, e mesmo pela consistência mais dura, é difícil cortar as unhas dos pés. As unhas amareladas, possuem um aspecto nada atrativo, além de estarem mais suscetíveis a quebra.

Com a idade as unhas das mãos ficam mais frágeis e as dos pés são endurecidas:

Os efeitos do envelhecimento são inevitáveis, mas ainda assim, é possível retarda-lo.

Outro sinal das unhas envelhecidas muito comum é o aparecimento de arranhões longitudinais paralelos nas unhas, que podem ou não quebrar na ponta, fazendo com que as unhas enganchem nas roupas e nos cabelos.

Essa condição é completamente benigna e corresponde aos cabelos grisalhos que vemos nos idosos, o método de tratamento é a beleza: lixar, polir e lustrar o esmalte para melhorar o efeito visual das unhas.

Os dermatologistas também devem suplementar vitaminas e reidratar à noite, e tratá-las: esmaltar as unhas em vez de cortá-las e evitar o contato com água e produtos químicos sem luvas e luvas. Nutrir-se da melhor forma, e tomar alguns cuidados especiais, é a melhor forma de melhorar o aspecto das unhas envelhecidas.

  Limão faz a menstruação descer mais rápido? Saiba a verdade

Quanto às unhas espessas mantenha-as curtas e evite remover toda a epiderme. É importante remover as doenças fúngicas das unhas, porque são comuns entre os idosos e mais difíceis de tratar. As unhas cresceram mais lentamente por muitos anos e, portanto, são mais vulneráveis ​​ao ataque de fungos.

Para saber se é micose, consulte um dermatologista, que deve solicitar um exame adequado para identificar o fungo. Para que possa iniciar o tratamento correto e adequado para cada condição.

No entanto, existem algumas formas muito eficazes de evitar a micose nas unhas. Uma delas, é ter pelo ao menos 3 ou 4 pares de sapato, para estar sempre fazendo um rodízio de calçados. Mantê-los sempre secos e arejados, também é uma ótima forma de evitar o surgimento da micose de unhas.

Fungos e bactérias preferem lugares úmidos para se proliferarem, por isso, sempre que possível coloque os seus calçados alguns minutinhos no sol, e mantenha os pés sempre secos, e polvilhados com um bom antisséptico.

  Bambuterapia: antes e depois e para que serve?

Atenção com as unhas os 30 anos:

Assim como a pele, com o advento dos 30 anos, as unhas ficam mais difíceis de reter água. São feitos de queratina e água e exigem os mesmos cuidados de quando tinham 20 anos. As unhas envelhecidas vão se tornando mais fracas e retorcidas com o passar do tempo.

Aos 40 evite o ressecamento:

A atenção à estética e a observação de várias mudanças no corpo humano continuaram existindo. No entanto, vários métodos de cuidados com a pele e o corpo estão disponíveis (para unhas, não há diferença).

A vaselina pode prevenir a perda de água, além de maior ressecamento, o crescimento das unhas aos 40 também diminuirá. Portanto, mais materiais devem ser evitados para danificá-los, pois a atualização da organização é sempre mais lenta. Para deixar uma aparência mais jovens, e evitar o tão temido aspecto das unhas envelhecidas.

Esperamos que tenham gostado de todo o nosso conteúdo, referente as unhas envelhecidas. Até a próxima!