Ícone do site BeautVip

Relacionamento tóxico: 10 dicas de como se livrar

Quais os sinais de um relacionamento tóxico? Essa tem sido uma pauta um pouco persistente nos últimos tempos, mas que nunca tem sido evidente o relacionamento tóxico entre as pessoas, seja ele em todos os tipos de relacionamento.

Um relacionamento tóxico envolve a tentativa de uma pessoa manipular, controlar e isolar a outra. É uma relação em que não existe vínculo de respeito, mas em que uma pessoa manda e a outra é subjugada às vontades do manipulador.
Neste artigo vamos te mostrar alguns sinais de como identificar esse tipo de relacionamento e também como se livrar de um relacionamento tóxico.

Relacionamento tóxico

Sinais de um relacionamento tóxico

Controlar a pessoa

“Controlar, baseado em ciúme, o modo como ela se veste, com quem ela sai e até mesmo o dinheiro que a pessoa ganha, checar as coisas que faz na internet e questionar, fazendo o outro entender que não existe privacidade porque estão em um relacionamento.”

Diminuir suas conquistas

“Quando você consegue algo que queria muito, ao invés de te parabenizar, a outra pessoa fica com inveja e fala “ah, que ótimo isso, mas não pode esquecer daquilo”, ou procura defeitos para diminuir o valor da conquista.

Maximizar o problema do outro

“Uma pessoa tóxica pode reforçar uma característica ou problema da pessoa para deixá-la mal. Por exemplo, se alguém gosta muito de comer (e se sente mal com isso), a outra pessoa pode falar “gosto de sair com você porque você gosta muito de comida e sempre acha um lugar bom”. Nesses casos, se a pessoa diz que não gostou, a outra diz que ela está fazendo drama”.

Xingamentos

“A pessoa te chama de idiota, babaca, doente, burro, ridículo, ou até palavras que são ainda piores. A intenção é fazer a outra pessoa se sentir mal, culpada e cair ainda mais no controle da pessoa tóxica”, se você enfatiza diariamente isso na pessoa, ela começa a aceitar em sua mente como verdade.

Tratamento de silêncio

“Horas, dias, semanas, sem trocar uma palavra com a outra pessoa para punir por algo”, aquele famoso “gelo”, torturando psicologicamente a pessoas, principalmente pessoas ansiosas sofrem bastante com isso.

Ameaçar

“Não sei o que eu vou fazer se você fizer tal coisa”, sempre coloca a pessoa em uma situação de ansiedade extrema, pisando em ovos”, a pessoa vive em plena tensão, vigiando cada passo próprio.

Tentar sempre virar o jogo

“É o famoso gaslighting. Quem faz isso quer que a outra pessoa duvide de atitudes e erros do relacionamento”, o homem tóxico principalmente sempre usa como argumento que mulher tá louca, a convence que não passa de paranoia da própria.

Críticas disfarçadas de elogios

“Quando a pessoa até elogia a outra, mas faz de uma maneira que o controle fica evidente. Por exemplo: eu sei que você é boa, mas não é suficiente para conseguir tal coisa”, “essa roupa até que ficou boa em você, mas em fulana fica melhor porque o corpo dela é mais bonito”.

Se você acha que só existe homem tóxico, estamos enganados, em todo tipo de relacionamento pode haver um pessoa tóxica, neste último ponto demonstrado acontece muitos em amizades, saiba identificar todo tipo de relacionamento tóxico. Baseado nisto veja 10 dicas de como se livrar de um relacionamento tóxico.

Como se livrar de um relacionamento tóxico?

1 – Reconheça que a relação é tóxica

Esse é o primeiro grande passo, que pode ser o mais difícil e, também, o mais demorado, por diferentes razões, assim como um dependente químico assim também é uma pessoa que está em um relacionamento tóxico. Para chegar aí, é preciso avaliar racionalmente o cenário, fazendo auto questionamentos, do tipo: sente culpa, vergonha ou medo frequente do par? Se afastou dos amigos e da própria família? Sempre espera que o outro cumpra a promessa de que vai mudar?

2 – Tenha firmeza nas atitudes

Definir os limites pessoais é bem importante, aprender a dizer “não”. Entretanto, vale lembrar que esta é uma referência particular, pois o que é ok e aceitável para um pode não ser para outro. A auto responsabilidade é muito necessária, ou seja, ser fiel, honesta, coerente e autêntica com suas verdades, ser verdadeira com você mesma. Isso leva ao maior autocontrole, reconhecendo as reais necessidades e o que realmente lhe faz bem.

3 – Invista todas as energias em você mesmo.

Você passou muito tempo dependendo de outra pessoa. Você agiu como um pequeno satélite orbitando em volta de um planeta que não te beneficia em nada. É hora de se mover, de encontrar seu próprio horizonte e começar a sonhar, sonhos que são seus, próprios, e que todos nós merecemos. Sair de um relacionamento tóxico é possível, requer coragem e uma boa autoestima, então cuide de você!

4 – Diga não ao medo

O medo é a principal barreira que precisa ser atravessada. Se você não tem forças, peça ajuda. A um amigo, a um conhecido, a algum familiar que sempre te apoia, ou a qualquer profissional de saúde ou serviços sociais. Pode ser que seu parceiro não seja violento, mas ainda assim você tem medo de pensar o que será de você quando você estiver sozinho. Mas às vezes, a solidão é muito melhor do que estar num relacionamento com um homem tóxico assim.

5 – Corte relações

Tenha ciência de que todo esse movimento vai exigir força de vontade e foco e, talvez, atitudes mais drásticas, como afastar-se completamente do relacionamento tóxico, do abusador. Se for o chefe do trabalho, concentre suas energias em conseguir um novo emprego; se for uma relação amorosa ou fruto de amizade, corte relações e elimine as formas de comunicação, como redes sociais e WhatsApp, corte o mal pela raiz.

6 – Ouça os seus entes queridos

Quando um relacionamento tóxico faz mal a uma pessoa, é bastante comum que sua família tente lhe abrir os olhos. Então, converse com os seus entes queridos, peça a opinião deles e acolha tudo o que disserem. É claro que a decisão final será sua, porém, ouvir pessoas que te amam e desejam o seu bem será muito bom nesse momento.

7 – Escreva uma lista com os motivos do término

Nesse tipo de situação, é natural que sua mente fique dando voltas e tente relativizar as atitudes da outra pessoa. Dessa maneira, é importante que tenha a certeza de que sair desse relacionamento é a melhor escolha. Para isso, faça uma lista com todos os motivos que comprovam sua decisão, colocando todos os pontos que te fazem mal.

8 – Chame a outra pessoa e conte sobre a decisão

Agora é a hora de comunicar a outra pessoa que o relacionamento chegou ao fim. Escolha a forma com a qual se sentir mais confortável e faça isso de forma respeitosa e objetiva, sem trazer à tona questões do passado. Caso se sinta inseguro para ter essa conversa, por medo da reação do outro, peça suporte a um ente querido.

9 – Não dê abertura para recaídas

Aceitar um reencontro pode fazer com que você volte a ficar incerta do que quer além de jogar fora todo o resultado atingido, mesmo que seja pouco. Não é incomum parceiros que foram deixados por causa de relacionamento tóxico prometerem um novo comportamento se forem aceitos de volta, o que na maioria dos casos, não chega a acontecer e pode te deixar confusa.

10 – Siga em frente e se coloque como prioridade

Aproveite esse momento de recomeço para se colocar como prioridade, fazer coisas que sentia vontade, mas não podia por conta da relação. Passe mais tempo com seus amigos e familiares, se dedique a um projeto pessoal, invista na sua carreira. O fim de um relacionamento é doloroso, mas te abre um universo de novas possibilidades.

Observe os sinais de um relacionamento tóxico, nada vale mais que sua saúde mental e muitas vezes até físicas, você é incrível e não merece nada menos que isso!




Sair da versão mobile