Realinhamento térmico: o que é e qual o diferencial dessa técnica?

Se os seus fios não são naturalmente lisos, certamente você tem que passar por algum procedimento químico para obter esse tipo de resultado. E, se você já está cansada de passar pela progressiva, que tal experimentar o realinhamento térmico? É uma técnica não muito conhecida, mas que certamente pode fazer você se apaixonar e, além de tudo, é uma alternativa para quem quer testar novas técnicas.

Realinhamento térmico
O realinhamento térmico é uma ótima opção para mulheres que querem obter fios mais lisos e comportados, mas sem danificar muito as madeixas.

Mas fala sério, do que adianta passar pelo realinhamento térmico, mas não ter os fios saudáveis? É por essas e por outras que não podemos deixar de recomendar o BeautVip Hair! Isso porque esses suplementos vitamínicos proporcionam madeixas muito mais saudáveis, hidratas, nutridas e brilhosas. E sabe aquela sensação de cabelo frágil? Com o BeautVip Hair, isso será apenas coisa do passado, mesmo após passar pelo realinhamento térmico.

Isso porque as cápsulas são desenvolvidas para repor os nutrientes essenciais aos fios, deixando-os mais resistentes e sedosos. Então, se você gostou dessa dica, você não pode deixar de conferir os próximos tópicos, onde esclareceremos tudo a respeito do realinhamento térmico.

O que é realinhamento térmico?

O realinhamento térmico, também conhecido pelo nome “alinhamento térmico”, nada mais é que um tipo de alisamento, cujo principal objetivo, além de alisar, é evitar a todo custo que o seu cabelo fique danificado.

  Hidratação para cabelos secos

Se você tem o costume de alisar o cabelo através de alguma química, certamente já deve ter passado pela sensação de sentir os seus fios um pouco fracos ou danificados após o tratamento. Tanto que todo cabeleireiro indica uma rotina de hidratação profunda para restituir a saúde das nossas madeixas.

Mas, com o realinhamento térmico, a sua experiência pode ser outra. Isso porque, além de essa técnica não utilizar o formol, ela tem como base o uso de aminoácidos associados ao calor. Dessa maneira, além de conquistar o tão desejado cabelo liso, as suas madeixas ficarão livres das pontas duplas, frizz e com muito mais movimento.

O que são aminoácidos?

Como falamos que o realinhamento térmico se utiliza dos aminoácidos, é perfeitamente normal que você se sinta um pouco perdida, visto que é um termo não muito amplo ou conhecido. Resumidamente falando, os aminoácidos são substâncias naturais, que podem ser encontradas na natureza.

Atualmente, têm-se o conhecimento da existência de mais de 500 aminoácidos, sendo que apenas 21 deles estão presentes no corpo humano, o qual cada um detém uma função específica. Ok, você já entendeu isso. Mas qual a relação disso com os nossos fios?

  Mechas 3d: Conheça e técnica e veja como fazer

É simples! A nossa estrutura capilar é formada exatamente desses 21 aminoácidos. Ou seja, são substâncias extremamente essenciais ao bom funcionamento e saúde dos fios. Diante dessa explicação, fica um pouco mais fácil de entender o porquê o realinhamento térmico não é tão danoso, né?

No final das contas, além de conseguir cabelos lisos, o realinhamento térmico repõe os aminoácidos, mantendo a saúde do seu cabelo. E, por ser um produto com base em substâncias naturais, o realinhamento térmico é compatível com outros tipos de química.

Quais os benefícios do realinhamento térmico?

Além do fato de o realinhamento térmico ser imensamente menos danoso aos nossos fios, principalmente se comprado com outras técnicas que se utilizam do formol, há outros benefícios na utilização dessa técnica que é interessante que você tenha conhecimento.

Ao mesmo tempo que ele realinha os fios, esse tipo de tratamento diminui o volume, porosidade e reduz o aspecto ressecado dos fios. Se você tem o cabelo liso, mas sofre com fios rebeldes, o realinhamento térmico pode ser uma ótima alternativa, haja vista que ele tende a manter as madeixas comportadas.

O realinhamento térmico também é imensamente benéfico para mulheres que sofrem com frizz ou cabelos arrepiados. E como se tudo isso não bastasse, como ele é a base de aminoácidos, essa técnica tende a criar uma capa protetora para os fios. Dessa forma, as nossas madeixas sentirão menos impactos das agressões externas, como poluição no cabelo, raios UV etc.

  Sonhar com espinhas no rosto: Saiba o que significa

Fora isso, o realinhamento térmico é o responsável por selar as escamas do cabelo, o que garante maior hidratação aos fios e garantindo brilho extra às madeixas. Sendo assim, essa é uma técnica altamente recomendada e procurada pelas mulheres.

Quais as diferenças entre realinhamento térmico e escova progressiva?

São duas técnicas que, devido a sua semelhança, pode ocasionar em algumas dúvidas. No entanto, a principal diferença entre ambos é em relação as substâncias e compostos que são utilizados.

Quais as diferenças entre realinhamento térmico e escova progressiva?
A principal diferença entre os dois tratamento está em relação as substâncias que são usadas em cada uma das técnicas.

Na escova progressiva, por exemplo, há incidências de substâncias como a amônia e o tioglicolato. E, ainda que sejam compostos eficazes para alisar os fios, como consequência podem deixar as nossas madeixas secas e quebradiças.

Já no realinhamento térmico, como não há nenhum produto químico que seja altamente nocivo a fibra capilar, ainda que o seu alisamento não seja tão “potente”, ele é um tratamento muito menos danosos ao cabelo.