Celulite bacteriana – O que é? Como tratar?

Está sofrendo de celulite bacteriana, mas não sabe o que é nem como tratar? Nesse artigo, além de encontrar a resposta para essas perguntas, você irá aprender outras questões necessárias que permeiam esse assunto. Para conferir o resultado, basta continuar nesse artigo.

Celulite bacteriana
É extremamente importante ficar bem informada. Sendo assim, nesse artigo, iremos lhe mostrar o que é celulite bacteriana e como tratar.

A celulite é uma das coisas que mais incomoda as mulheres e, por isso, recomendamos o BeautVip Cel que, além de ser um redutor de medidas, livra a sua pele da celulite em até 15 dias. Porém, se você sofre de celulite bacteriana, é bom conferir mais a respeito sobre isso.

O que é celulite bacteriana?

Também chamada de celulite infecciosa, ela é bastante distinta da comum. Um dos grandes diferenciais dela é que, se não for tratada a tempo, pode ocasionar em problemas mais graves.

Como o próprio nome sugere, trata-se de uma celulite ocasionada pelo ataque de uma bactéria que penetra na pele através de algum corte, ferida, úlcera, bolha ou mesmo por intermédio da micose nos pés.

Ela é um tipo mais perigosa de celulite, visto que os seus problemas não se resumem unicamente à estética. Na realidade, quando ela não é tratada a tempo, a mulher pode sentir complicações mais graves. Sendo assim, é fundamental saber quais são os sintomas da celulite bacteriana.

  45 Tranças Para Cabelo Curto embutida e lateral

Quais são os sintomas da celulite bacteriana?

A celulite bacteriana possui algumas características comuns, como vermelhidão intensa na região afetada, dor, inchaço, febre, tremores, mal-estar e até mesmo ínguas no local afetado.

É muito importante ressaltar que a celulite bacteriana pode afetar os homens, apesar de ser mais comum nas mulheres. Em casos mais graves, a pessoa pode sentir arrepios, fadiga, tontura, transpiração excessiva e muitas dores musculares.

Ademais, se aliado a esses sintomas, ainda ser constatado sonolência, aparecimento de bolhas ou raios vermelhos na pele, é um sinal de que a celulite bacteriana está se agravando e é fundamental a ida a um médico.

O que ocasiona e celulite bacteriana?

Como já falamos, trata-se de uma doença onde ocasionada por uma bactéria. Sendo assim, estão mais suscetíveis aquelas pessoas com feridas cirúrgicas, cortes ou picadas que não foram devidamente tratadas.

Mas não se resume unicamente a isso, tendo em vista que pessoas com problema de pele também estão suscetíveis a essa bactéria. Quem possui eczema, dermatite ou micose, por exemplo, tem maior risco de desenvolver celulite bacteriana, bem como as pessoas com sistema imune fraco.

  Ácido retinóico – O que é e quais os benefícios para a pele?

A celulite bacteriana é contagiosa?

De certa forma, sim, principalmente se a outra pessoa tiver alguma ferida exposta, já que é como a bactéria ataca. Porém, é bom deixar claro que, em pessoas saudáveis, a celulite infecciosa não é contagiosa, haja vista que ela não passa facilmente de uma pessoa para a outra.

Sendo assim, uma das formas de evitar esse tipo de celulite é justamente mantendo a imunidade alta. Portanto, não deixe de se alimentar bem, ingerindo vitaminas e se exercitando sempre que possível.

Como tratar celulite bacteriana?

Existe algumas dicas de como combater a celulite comum, como evitar alguns alimentos ou mesmo passar determinados produtos na região afetada. Mas lembre-se, estamos falando da celulite bacteriana, não a comum.

Sendo assim, é bom frisarmos que nenhum tratamento da celulite comum irá funcionar para combater essa. A celulite bacteriana é tratada com antibióticos, e isso deve ser feito o quanto antes possível para diminuir o risco de complicações.

Como tratar celulite bacteriana
A celulite bacteriana deve ser tratada com remédios o quanto antes, visto que a demora em iniciar o tratamento pode ocasionar em problemas mais sérios.

Esse tipo de problema só irá se resolver a partir do momento que a pessoa recebe o tratamento adequado. Geralmente esse tratamento dura de 7 a 21 dias e não costuma deixar sequelas nem marcas.

  Veja como fazer a tendência das famosas: cabelo efeito molhado

Em alguns casos, o médico pode receitar também uma pomada específica que contenha antibiótico para que a melhora seja mais rápida e eficiente. Mas, nesse período, é fundamental ficar de olho no estado na pele.

Se continuar apresentando vermelhidão, por exemplo, pode ser sinal de que o antibiótico não está fazendo efeito. E, nesse caso, torna-se necessário passar novamente no médico para trocar a medicação.

Em quanto tempo se nota melhora?

Isso depende de como cada corpo irá reagir ou mesmo se o primeiro antibiótico receitado irá fazer efeito. Mas, supondo que tudo ocorrerá da melhor maneira possível, normalmente os sintomas melhoram em até 10 dias após o início dos remédios.

Mas sempre fique atento, pois caso os sintomas piorem, será necessário trocar a medicação ou mesmo ficar internad no hospital a fim de fazer o tratamento diretamente na veia e evitar que a infecção se espalhe pelo corpo.