Micropigmentação: o que é, tipos e como funciona o procedimento

A micropigmentação de sobrancelha e lábios tem sido bastante procurada nos últimos tempos, isso por que é uma solução pratica para o preenchimento das sobrancelhas, coloração dos lábios e cobertura de manchas, já que, ao fazer, o retoque só é necessário depois de alguns meses e nesse meio tempo não é preciso usar maquiagem nas sobrancelhas. Mesmo sendo uma técnica que se tornou bastante conhecida, algumas pessoas ainda não conhecem e não sabem como são os cuidados pós micropigmentação labial ou de sobrancelhas.

A primeira coisa que precisamos checar antes de fazer o procedimento é a saúde da nossa pele. Se a cútis não está saudável, provavelmente o resultado não será como o desejado. É por essa e outras razões que a rotina de cuidados deve sempre ser seguida da melhor maneira, com bons produtos de tratamento, muita atenção e, é claro, uma boa alimentação.

O que nós comemos interfere em tudo nosso corpo, e no casso da pele não é diferente. Por esse motivo, é recomendado que façamos a ingestão de nutrientes e vitaminas, e para nossa sorte existe BeautVip Hair, um propduto excelente que conta com tudo que a nossa pele precisa, revitalizando, hidratando, fortalecendo as fibras e consequentemente, melhorando a elasticidade da pele e fazendo com que ela fique ainda mais linda e jovem, assim, estando pronta para receber a micropigmentação labial ou nas sobrancelhas.

Além disso, ainda trata os nossos cabelos, auxiliando no crescimento, reduzindo a queda, fortalecendo e diminuindo a quebra dos fios, deixando muito mais hidratado e lindo. E também  contribui com o crescimento de unhas fortes saudáveis. Confie em mim, não tem nada melhor. Agora sim, vamos conhecer a micropigmentação.

O que é?

Por definição, micropigmentação de sobrancelha e lábios é a implantação de pigmento na pele. Geralmente, este tratamento é mais recomendado para pessoas com manchas na boca, olhos ou sobrancelhas. Com o auxílio de agentes de micropigmentação é possível delinear sobrancelhas (o que tem sido mais usado), olhos e lábios, utilizando recursos de cor e espessura para iluminar e corrigir manchas.O processo é muito semelhante à maquiagem definitiva e aplicação de tintas, dando assim um aspecto natural.

Existem dois tipos de micropigmentação: estética e cuidador.  Bem como o nome sugere, a micropigmentação labial e de sobrancelha estética é puramente “por estética” e sempre depende da vontade do paciente e da autorização de profissionais devidamente treinados para implantar o pigmento na pele.

Por outro lado, a micropigmentação na medicina auxiliar costuma ser feita por indicações médicas, afim de corrigir manchas especificas.  Essas indicações médicas incluem a correção de manchas ao redor das sobrancelhas, olhos ou boca, como queimaduras, flacidez, etc.

Como é feita?

Você sabe com é o processo da micropigmentação de sobrancelha e lábios? Veja agora.

Primeiramente, o profissional perguntar ao paciente o que ele quer melhorar nas sobrancelhas, na boca ou ao redor dos olhos. Em seguida, é feito um desenhos com base em medidas faciais. Se o paciente aprovar, o profissional fará a anestesia local e dará inicio a implantação dos pigmentos de acordo com o contorno do que foi desenhado e aprovado anteriormente. O processo da micropigmentação costuma durar em média uma hora e meia, mas pode variar de profissional para profissional.

Normalmente, nenhuma modificação adicional é necessária e o especialista segue o desenho da própria sobrancelha ou dos lábios. Na micropigmentação labial ou nas sobrancelhas, utiliza-se um dispositivo denominado biópsia de pele. Muito utilizado para trabalhos sensíveis e delicados, e para a aplicação do pigmento utiliza-se uma agulha fabricada apenas para esse fim. Este dispositivo permite o desenvolvimento do processo de micropigmentação, que no passado era um tratamento muito agressivo e que deixa marcas permanentes na pele.

Contraindicações da micropigmentação

Qualquer pessoa que precise ou opte por realizar a micropigmentação de sobrancelha ou lábios pode realizar este procedimento, mas, como quase todas as técnicas que envolvem mudanças, exitem alguns pontos que devem ser levados em conta.

As poucas contra-indicações para micropigmentação incluem as pessoas que possuem anemia, doenças específicas na derme, como vitiligo, gestantes, pessoas que estejam fazendo quimioterapia, quem esteja realizando algum tipo de tratamento agressivo para cútis, como peelings e ainda, pessoas que fazem uso de marca-passo.

Preciso fazer mais de uma sessão?

Não necessariamente, porque o processo geralmente atinge o efeito desejado em uma sessão. Mas depois de algum tempo, a cor pode chegar a desbotar, assim, precisando de um retoque. O tempo para retoque pode variar de acordo com a pele e com os cuidados pós micropigmentação.

Quais profissionais podem fazer a micropigmentação?

A micropigmentação para olheiras é pouco conhecida mas possui resultados muito positivos.

Para a realização do procedimento, é necessário um profissional devidamente treinado e especializado na técnica, como designers de sobrancelhas e especialistas em estética e em micropigmentação. Não é necessário que o paciente faça nada antes da realização da técnica, mas é preciso cuidados pós micropigmentação, mesmo que não sejam muitos, devem ser bem feitos para que o resultado seja positivo.

Após micropigmento ser implantado nas sobrancelhas, boca ou ao redor dos olhos, o paciente vai precisar usar um curativo por pelo menos três dias e o profissional que realizar procedimento irá indicar alguma medicação quando necessário ou algum hidratante para evitar que a região descasque.

O processo de implantação do pigmento na pele não oferece risco à saúde ou estética dos pacientes que optam por realizar este procedimento. Os pacientes podem esperar resultados imediatos. Normalmente, a cor da pigmentação usada neste processo torna-se mais clara após quatro dias.

Mas se puder ser feita corretamente, a micropigmentação de sobrancelhas e lábios costuma ser um tratamento estético sem erros. Por essa razão, é de extrema importância que se escolha um profissional especializado e experiente para realizar o processo, assim, evitando possíveis desacertos.

É importante ressaltar que mesmo peles oleosas e mais sensíveis podem passar por um processo de micropigmentação de sobrancelhas e também de lábios, e as chances de sucesso são as mesmas de outros tipos de pele, embora o local pigmentado possa desbotar mais rápido, nesses casos.

Dá para fazer a remoção da micropigmentação labial e da sobrancelha?

Sim! Esse processo apaga completamente o desenho que foi feito através de um aparelho a laser. Este dispositivo atinge diretamente o pigmento, removendo completamente da pele, sem danifica-la, ou causar algum desconforto. É feito através de sessões e cada um delas pode durar cerca de 15 minutos e com um intervalo de 45 dias entre cada sessão.

Quantas sessões são necessárias?

A remoção vai depender de há quanto tempo a micropigmentação de sobrancelha ou dos lábios foi feita e de qual a qualidade do pigmento usado e de como a pele do paciente está. A quantidade de sessões necessárias para a remoção completa será determinada pelo especialista.

A remoção de micropigmentação dói? Dá para fazer de novo depois?

A remoção não dói, pois é utilizado um creme anestésico para que o paciente não sinta desconforto durante o procedimento. É possível sim refazer a micropigmentação labial e até das sobrancelhas após a remoção da antiga. Quando as sessões de remoção forem finalizadas e pele estiver totalmente cicatrizada, você pode fazer micropigmentaçãode sobrancelha ou nos lábios novamente e normalmente.

Micropigmentação para estrias

A técnica de micropigmentação para estrias não promete acabar em definitivo com as marcas, mas, aparentemente, apresenta melhoria de até 80% da aparência das estrias em qualquer tonalidade, seja ela branca ou vermelha e pode ser feita em qualquer cor de pele, deixando com aparência bem natural.

No método de camuflagem de estrias, a micropigmentação é realizada da mesma forma que as outras técnicas. acontece a escolha da cor do pigmento, de acordo com a tonalidade da pele do paciente/ cliente e, assim, é aplicado nas estrias, deixando-as com a aparência mais suave e quase não visíveis.

Mas este é um tratamento é seguro?

Assim como qualquer outro procedimento, a segurança deste vai depender dos cuidados do profissional. Ainda não temos tantos especialistas experientes na micropigmentação de estrias, por isso, médicos dermatologistas não costumam a indicar este procedimento. Esta técnica também pode não ser muito viável para quem costuma se bronzear, já que, quando ocorre a mudança do tom da pele, a região onde foi realizada a camuflagem, pode ficar marcada.

Cuidados para que o procedimento de camuflagem dure mais

  • Não arranque ou fique mexendo nas casquinhas que se formam durante a cicatrização
  • Use cicatrizantes específicos e sempre siga a orientação profissional sobre a hidratação da região
  • Não se exponha ao sol por pelo menos 30 dias após a realização da técnica.
  • Cuide da dieta, pois alguns alimentos podem atrapalhar o processo de cicatrização e até trazer problemas

Vale lembrar

Antes de qualquer decisão, pesquise a respeito e peça opiniões de um bom profissional para que os resultados sejam como desejado. Lembre-se também que tomar bastante água ajuda na revitalização da pele, contribuindo com uma cicatrização saudável. E falando em revitalização de pele, preciso te lembrar do poder das capsulas BeautVip para a melhoria da pele, contribuindo com a boa elasticidade e fibras fortes.