Afinal, a queda de cabelo é maior na quarentena?

A queda capilar, é uma das principais queixas da maioria das pessoas em meio a quarentena, provocada pela pandemia do Coronavírus.

Queda capilar

A queda capilar parece mais um fantasma assustador.

Embora seja uma queixa relativamente comum, os dermatologistas estão recebendo diversos relatos durante o isolamento social.

Questões emocionais podem estar relacionadas a isso.

O isolamento social tem produzido uma grande onda de ansiedade e estresse.

E esse são apenas um dos fatores que causam a queda de cabelo.

Por isso, o importante é sempre manter a calma para poder lidar com as situações adversas em nossas vidas.

Pois o momento no qual estamos vivendo, não é nada fácil para ninguém.

Logo, requer muita paciência e jogo de cintura para lidar com as situações atuais.

Isolamento social

O isolamento também aumenta a percepção dessas quedas.

Cada caso passa por uma analise separadamente por profissionais qualificados.

Logo, cabe aos especialista avaliar o paciente de forma profissional, a fim de buscar por soluções para a queda de cabelo.

  Cronograma diário de cuidados capilares

Perder 100 fios de cabelo pode ser considerado normal.

Mas não existe uma algo comprovado cientificamente falando para provar que a queda de cabelo, começam de algum lugar.

Se as quedas começarem a te incomodar, é momento certo de conversar então com especialistas.

Para descobrir assim a causa do problema e o tratamento mais adequado.

Fatores da queda de cabelo

Uma dieta inadequada, estresse emocional relacionado e certos medicamentos também podem causar queda capilar.

Porém dermatologistas afirmam que, certos nutrientes estão relacionados ao funcionamento normal da circulação capilar.

É o caso do ferro, zinco e vitamina D e B12.

No entanto, antes de suplementar, devemos descartar outras possíveis causas de queda capilar, como hipotireoidismo e anemia.

Por exemplo, uma mulher que perde muito ferro durante a menstruação, e tem algumas comorbidades.

Ou mesmo um histórico médico relacionado, pode levar à anemia, e assim necessitar de uma suplementação especial.

Portanto, antes de usar qualquer medicamento é necessário consultar o médico.

Principalmente os que tenham experiência em queda capilar.

  Tipos de cabelos femininos curtos

Para as pessoas que sofrem dessas doenças, outro aspecto importante é a paciência.

Em geral, os tratamentos capilares apresentam resultados visíveis somente após três a quatro meses.

No entanto, dependendo das condições clínicas do paciente, pode demorar mais.

A interrupção do tratamento afeta diretamente os resultados.

Bom, seja relacionado o problema em questão com à quarentena ou não.

É é necessário atentar para questões emocionais para evitar reflexos em outras áreas do organismo.

Vale lembrar também que estamos vivendo um momento atípico, mas que cedo ou tarde isso tudo vai passar.

Agora que você descobriu o porque a queda capilar tem estado tão presente em nossas vidas.

É importante se atentar para os inúmeros motivos que podem levar ao problema em questão.